Réus



Pai Rosemiro e filhos Robson e Mira vão a julgamento nesta quarta, 22, no TRE.
Mira, com mandato cassado, como se sabe, vem se mantendo na Alap por força de recurso, em trâmite no TSE.