Trocadilho



Kaká, ao falar, chamou a promotora Andréa pelo sobrernome ‘Gato’, ao invés de Guedes.
E, ainda, carimbou Roberto Alvares como ‘Procurador Geral do Estado’, em vez de PG de Justiça.