Vende-se!



“A Eletrobrás já pode, quando bem entender e quiser, negociar a concessão dos serviços de distribuição de energia elétrica no Amapá”, admitiu WGóes, no rádio.