Avanço?



Dados do CNJ apontam que o Amapá é o segundo estado que mais libera presos em audiência de custódia (57.95%). O primeiro é a Bahia.