Correndo atrás



Professores reclamam da lentidão da Samp de julgar processos administrativos que cobram direitos adquiridos antes de migrarem para a União, que representam nada menos que 20% a mais nos contracheques.