Menos mal



Clécio foi à Justiça e virou o placar no caso do preço da passagem de ônibus em Macapá.
O que já estava em R$ 3,25 voltou pra R$ 2,75, pela caneta implacável do desembargador Carmo Antônio.
E ‘seu’ prefeito ficou bem na fita!