Parcelamentos



Somando-se a maioria dos estados, incluído o AP, quem agora anuncia parlamento de salários é o DF, alternativa antipática, mas inevitável em meio à crise.