Prestígio



“Obras corriam risco de paralisação por atrasos de repasses do MEC, mas Sarney fez valer sua influência política e R$ 35 milhões já estão a caminho da Unifap”, comemora João Bosco.