Sedentarismo



Em alusão ao Dia do Cardiologista, Furlan insiste: falta de atividades físicas e de dieta balanceada, excesso de bebidas e tabagismo são fatores que contribuem decisivamente para disfunções do sistema cardiovascular, que podem levar à morte