Choramingo



“Essa foi resolução do Congresso do RJ, que não reflete a opinião do partido em nível nacional. Os esquerdistas do Rio não aceitam que um estado pequeno, como o Amapá, venha a ter uma das maiores forças internas do partido”.
Paulo Lemos, deputado