Martelo



Tjap julga nesta quarta mais uma ação da Operação Eclésia, quando mais uma vez Moisés Souza e Edinho Duarte sentam no banco dos réus, acusados de maus feitos na Alap. Até agora MP já apurou desvios de recursos públicos que ultrapassam R$ 57 mi.