Sem terra



“Somos mais de 30 famílias ameaçadas de reintegração de posse pela Amcel. Todas as pessoas que moram lá só sabem trabalhar na agricultura. Nós vamos acabar perdendo tudo e teremos que engrossar a grande fila de pessoas que vivem à míngua em Macapá”.
Eraldo dos Santos, agricultor