Reação



Debaixo da barba de parlamentares em Brasília, mas com recurso da Fecomércio na Justiça, Aneel voltou a botar nas alturas preço da conta de luz no Amapá -um reajuste acima de 36%.
Dane-se!