Equilíbrio



Feijão diz que julgamento de Lula foi muito equilibrado no que diz respeito aos argumentos da acusação e da defesa, mas adita:
– Observei momentos que equilibraram a boa defesa de Lula com a decisão fundamentada do relator, que teve muita consistência com a decisão principal do juiz Sérgio Moro.