Novo regime



Teles Jr (Seplan) acredita que com esse novo regime, o estado terá mais dez anos pra poder reequilibrar contas, enfrentar o déficit e dar mais segurança para o governo, “mas o governador decidiu que essas regras sejam antes avaliadas pela sociedade”, pontua o secretário.