Risco



“Não há registro de nenhuma ocorrência no Amapá. Tivemos duvida em área de fronteira, mas ficou elucidado que foi caso importado de garimpo entre Guiana Francesa e o estado. Mas o Aedes aegypti é abundante em nossa região, logo não podemos descartar a prevenção”.
Dorinaldo Malafaia, SVS