Sem mando



É a Aneel quem dá a última palavra sobre aumento de preço no consumo de energia elétrica, país adentro.
CEA, no caso, apenas cumpre a sua parte no ‘pacote’, o que, de tabela, também deixa o governo estadual sem nenhum poder de influência, apesar de majoritário da empresa.