Compadrio



“Não tenho nada particularmente contra quem quer que seja, mas o ministro Gilmar Mendes não mais reúne condições de se manter no Supremo, pelo menos com a condução que ele tem tido, e ele violou o artigo 52 da Constituição Federal, cometendo crime de responsabilidade ao não se declarar suspeito, como deveria ter feito, no julgamento de uma ação cujo réu é compadre dele”.
Randolfe, senador