Punição



“Não há nada de ilegal no acordo, conforme fundamento no processo e regra do Conselho Nacional do Ministério Público. Ocorre que na esfera penal ele (Kaká) vai sofrer as sanções cabíveis porque não cabe acordo nessa esfera”, disse um advogado ouvido pela coluna.