Calma, gente.



Empresário Vagner Pantoja vai, sim, levar rosto às urnas; mas só em dezembro e, diferentemente do pleito partidário, à reeleição como presidente do Banco da Amizade, no laguinho.
E queridíssimo na entidade, ganha de lavagem, garantem filiados.