Pantalassa



Apontado como líder de esquema milionário de extração de madeira ilegal no AP, Sílvio Veriano Porto, sócio da Pangea Mineração, foi condenado pela justiça federal a 12 anos e 9 meses de prisão em regime fechado.