Expectativa



Na 1ª fila da suplência, Patrícia (PR) vai para o trono se votos do PSC, mergulhado na ilegalidade, forem invalidados no TSE.
E, ocorrendo, Abdon (PP), 2º mais votado da coligação, perde no coeficiente, e Patrícia sobe na parelha com Luiz Carlos (PSDB), 1º mais votado.
Mas, pelo sim, pelo não, convém esperar próximos capítulos.