Poder de fogo



Se à época Delcídio Amaral (PT) não fosse levado à forca pelo Senado, Dilma não teria caído, Lula não estaria preso e Palloci não teria necessidade de ser delator.
Porque tentáculos da Lava Jato teriam pouco alcance.