Faz falta



“Avis rara, Clóvis Rossi pertencia a uma raça especial de repórteres, hoje tristemente em extinção”, escreve Josias de Souza.

Trinta anos de Folha de S.Paulo,

Rossi, que morreu neste sábado 14, aos 76, exercitava seu talento jornalístico na economia, esporte, buraco de rua, o diabo: “valia por dois”, conta Josias de Souza no seu Blog no UOL.