Mudança



Cirilo, aquele dos 35 mil votos para governador do Amapá, na eleição passada, está a um passo fora do PSL, partido do presidente Bolsonaro. Deve ir para o PRTB, porque no PSL teria sido preterido para concorrer a prefeito da capital.