Multinacionais



Indo Sino (de Singapura) e a Cadence Minerals (Inglaterra) passarão a explorar minério no Amapá, substituindo a DEV (novo nome da Zamin), que deixou o estado, faz tempo.