Puxão



João Bosco, na entrevista no rádio, observou que as condenações no Brasil são um mérito da Operação Lava Jato, mas que conversas do juiz Moro com procurador da república Deltan Dallagnol são um demérito, uma vez que, segundo ele, os diálogos constituíram erros de agentes da lei.

Privilegiados

Para Bosco, oligarquias impedem desenvolvimento dos estados.

Ele defende novo rearranjo para controle das unidades do país e federalização dos ministérios públicos e justiças estaduais, justamente para combater as oligarquias regionais.