Sentimentos



Ernesto sempre teve meu carinho e respeito não só pelo bom caráter, mas também por tudo que representava pro esporte amapaense desde meus tempos de Rádio Educadora de Macapá.

Mas, como sempre digo, pessoas queridas adoecem e um dia também morrem.

Triste, triste, muito triste…