Esperança



De acordo com o pesquisador e epidemiologista da SVS/AP, Patrício Almeida, estima-se que até o dia 10 de junho estaremos no platô da curva, momento em que o número de casos apresenta certa estabilidade. Após esse momento, a expectativa é que a curva comece a descer.