Mãos dadas



Depois de assinar convênio com Ofirney, segunda 20, Waldez anuncia liberação de R$ 7,8 mi para serviços de limpeza urbana e coleta de lixo em Santana.
Desde 2016, o GEA já destinou cerca de R$ 20 mi para serviços dessa natureza no município.
“Temos garantido trabalho, o salário dos garis e a destinação correta do lixo produzido. E os serviços de coleta têm chegado em lugares onde, antes, não existia, como a ilha de Santana e o distrito de Anauerapucu”, disse Sadala.