Luto



Ex-presidente do Sinsipeap, morre em Macapá o professor Manoel Maria.
De parada cardíaca, segundo gente da família.

Indecente



Randolfe chama de ‘imoral’ a reforma política que está sendo votada atualmente, em Brasília.

Pretendentes



Numa rápida conta de padaria, hoje, além de Clécio, pelo menos 5 nomes —Amanajás, JK, Genival, Smith e Promotor Moisés, já se revelam aspirantes à prefeitura, em Macapá.

Persistência



Já morubixaba do PEN, no Amapá, promotor Moisés não esconde jogo que está jogando: disputa, sim, trono de Clécio, em 2016.

Radar



Jorge Amanajás, ainda em busca de porto seguro onde atracar barca política, ante fusão PPS/PSB, tem vivido plugado em tempo real com parlamentares amapaenses, em Brasília.
A ver com reforma política, sob formatação.

Tangente



Michel JK ainda escanteia quando perguntado se vai encarar a prefeitura, ano que vem.

Tricotagem



Enquanto esteve em Macapá, recentemente, Eduardo Cunha ligou duas vezes para Sarney, em Brasília.

Indelicadeza



Convidado, seria ontem o meu primeiro pisar na lua no Garden Shopping, em noite de evento.
Mas, com outros afazeres, não fui.
E, parece que dei sorte, pelos raios que o partam sobre receptivo, assim de cuidados com íntimos, esquecendo que interesses da empresa têm de estar bem mais acima do pessoal.
Que ‘virada’, hein?!

Talento



Em troca de prosa com Zé Miguel e Nilson Chaves, quando visitavam meu reduto de trabalho no DA, hoje.
Já afinando voz e viola para o show Conexão Amazônia, na AABB, amanhã.

Pé de conversa



 

Nilson Chaves e Zé Miguel em clima de absoluta descontração enquanto entrevistados no LuizMeloEntrevista, hoje.
Fazem show Conexão Amazônia, amanhã, na AABB.

Jornada



Verdadeira força tarefa está a caminho do Bailique: de 01 a 05 de junho acontece no Arquipélago mais uma jornada itinerante fluvial, pilotada pelo juiz Luciano Assis – Tjap terá reforça da Justiça Federal, MPF e MP-AP.

Caos



Randolfe soltou os cachorros contra a situação de calamidade por que passa a população de Oiapoque, com falta de energia, má conservação da BR-156, epidemia de chikungunya, e ainda tendo que conviver com conturbada relação de fronteira com a Guiana Francesa.

Desunião



Presentes em peso, não culpem nobres parlamentares.
Audiência Pública de hoje, na AL, com profissionais da imprensa, deixou de ir a plenário simplesmente porque não houve ‘quórum’ entre ‘coleguinhas’. 
Falta de mobilização?
Quem sabe.

Dono



No Jardim I, morador tomou de conta o passeio público, usando arame e vasos de plantas como bloqueio.
Pode, Freud?

Sumiço



Depois que vi jogo de ontem, cheguei a uma triste conclusão.
Por excesso de ruindade, não é só o Flamengo que tem de sumir do mapa —o Cruzeiro também.
E logo … Faça-me o favor, tá?!