Denúncia



Marcos Reátegui, além do SIM!, também pediu CPI contra Justiça e MP, no Amapá — “que retiveram R$ 350 milhões devidos ao fisco”, como revelado por ele antes do voto pelo impeachment.

Mãos dadas



PSB (Capiberibe) e PPS (Alan Sales) vão estar tipo casa e botão na disputa municipal, em Santana.
Mas ainda balançando entre Coronel Barbosa (PSB) e Zé Roberto (PPS) sobre quem faz a cabeça de chapa.

Drible



Esperto o Vinícius.
Pra confundir menos avisados, ABSTEVE-SE, mas consciente que aquilo desembarcaria no saco de votos de Dilma, ao fim e ao cabo.
Mas, nem ao céu nem ao inferno, porque pelo menos não feriu os bons costumes, como até bem pouco tempo.
Resumo da opereta: Com gás ou sem gás, no fim tudo é água!

Fiel



Inegável: A mentalidade corporativista do petismo dá ao partido muita força de mobilidade. 
Uma lealdade quase religiosa, como visto ontem, com gente aos prantos país afora, quando a conta era dada como fechada.

Fisiologismo



Jozi só disse ‘Não!’ ao impeachment e ganhou em troca não só a presidência da CEA (José da Cruz Pinheiro), mas também sua diretoria financeira (Raimudo Flexa).
Pergunta-se:
E o trabalho compensa?

Astúcia



Marinheiro de primeiro mandato, Abdon recebeu a encomenda —mana dele na Sudam, mas não pagou, na forma negociada.
E, ao invés do voto contra o impeachment, como moeda de troca, fez ecoar um sonoro SIM!
Mas político é assim mesmo: nunca cumpre o que promete.
Né?

Preliminar



De tanto pedalar, Dilma fraquejou no 1º round do impeachment, e por 367 petardos foi levada à corda do Senado, onde pode ir à nocaute.

Achismo



O enxergar de intelectuais brasileiros sobre a crise:
Políticos e partidos corrompidos, excesso de siglas, muitas de aluguel e sem consistência ideológica …

Hábito



… Justiça desacostumada a punir empresas e pessoas de ‘fortuna’ e varas especializadas em crimes de colarinho branco …

Prerrogativa



… Privilégios de foro, população desinformada e mantida longe do processo eleitoral.

Imoralidade



Eleições dominadas por marketing indecente, financiamento ilícito e falta de renovação do Congresso.

Capa



Rosto do DA de papel desse domingo, 17.
Veja!!!