Sem retorno



E botando vandalismo das escolas públicas no mesmo teleférico — e com destino incerto e duvidoso, viu secretário Ericláudio?!