Dança de cadeiras



Mendes estende a Regildo termos da decisão que beneficiava apenas Miranda e Favacho. Agora, a exemplo dos dois, ele também pode voltar a assumir vaga no TCE.
E o troca-troca fica assim: Miranda no lugar Marcelo Santana, Favacho na cadeira de Pedro Aurélio e Regildo no posto de Antônio Wanderler —os que saem são auditores-substitutos de conselheiros.