Fidelidade



Levantamento do MJ revela que população carcerária feminina cresceu 8 vezes em 17 anos no Brasil, com Amapá seguindo a média nacional.
Dados mostram que maioria foi pega com boca na botija substituindo companheiros no tráfico de drogas.