Superação



Para Calandrini, 2017 foi um dos piores anos para a saúde no Brasil e em especial no Amapá, onde apesar de todas as dificuldades houve muitos avanços.
E como exemplo cita a nefrologia de Santana, melhorias no PTFD e compra de equipamentos hospitalares.