Motivo



Preocupação do MP Eleitoral com celeridade de julgamentos a serem feitos pelo TRE-AP em relação a eleitos em 2018 é porque 2020 também será ano eleitoral, o que poderá deixar tribunal com acúmulo de serviços, prejudicando os casos hoje em andamento.