Demissão


Sem dar uma hora corrida de expediente, como razão de ser, Kaká segue demitindo servidores sob contratos administrativos na Alap.
Seja a que tribo política pertença, o que tem contrariado interesses, “mas estamos cumprindo recomendações do MP pra evitar surpresas desagradáveis ao fim e ao cabo”, justifica o presidente.