Tagarela


Marcivânia (PCdoB), por exagerar na fala, além da conta, teve microfone desligado por Rodrigo Maia.
Votou contra Temer.