Voo


Jorge Amanajás (PPS) já bateu martelo: não quer nem saber de concorrer a estadual ou federal, e mira candidatura ao Senado com as bênçãos de Waldez (PDT) e apoio dos demais partidos da base aliada.