Folga



Sem muita coisa a fazer –por conta dos reflexos da crise dos combustíveis– a não ser descansar, começa nesta quinta-feira fim de semana prolongado.
Volta às atividades normais só na segunda-feira.