Stop



Embora licenciado para caçar votos, Genival Cruz não se desgruda do comando dos rodoviários, inclusive tocando a greve que mantém 50% da frota rodando.
Rodoviários pedem reajuste salarial de 5,5%, dentre outras vantágens.