“Possibilidade”



Defesa de Lula entende que STF decidiu pela “possibilidade” da execução de pena após condenação em segundo grau, não sendo, portanto, automática.