É. E sem querer, querendo, o celular, sejamos francos, já passou a fazer parte da vida da gente.
Imprescindível, por assim dizer!