O Iphan, enfim, reconheceu o Marabaixo como ‘Patrimônio Cultural Nacional.’
“O Iphan fez justiça, afinal é um dos mais importantes movimentos populares do Amapá”, comemora Randolfe, que fez do projeto uma de suas bandeiras no Senado Federal.