Desagravo



Por decisão unânime do Conselho Seccional, OAB/AP pilota ato de desagravo à advogada Alzenir, de 70 anos, que teria sido ofendida pela delegada Luiza Maia, de Santana, no exercídio da profissão.
Em frente à Delegacia-Geral, às 10h.