Rebeldia



Andrei Rego diz que aumento de 50 centavos no preço da passagem de ônibus MCP/STN foi iniciativa da empresa que detém a concessão. Não tendo nada a ver com o Setap e muito menos com a Setrap.