Torneiras abertas



BASA abriu torneiras do FNO para o Amapá, saltando investimentos de R$ 19,4 milhões no ano passado para R$ 450 mi do FNO em 2019.
Graças, segundo o próprio banco, à restruturação financeira do estado pilotada por WGóes.