Desperdício



GEA deveria rever decisão de transformar o Macapá Hotel em centro administrativo para abrigar secretarias e órgãos do setor econômico.
Porque, já com entorno tomado pelo lazer, sufoca uma área de grande vocação turística, pela sua proximidade com o Rio Amazonas.