À venda?



Fora do ar, por senões nos seus transmissores, já se fala à boca miúda na privatização da Rádio Difusora de Macapá (RDM), também por necessidade de altíssimos investimentos, nem tão prioritários aos olhos do GEA, a quem a emissora pertence.